Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Março, 2012

Anúncios

Read Full Post »

Na comemoração do 50º aniversário do Dia Mundial do Teatro, John Malkovich foi convidado para escrever a mensagem deste ano. Ei-la:

“Fico honrado por o ITI – Instituto Internacional do Teatro – me ter pedido para fazer este discurso comemorativo do 50º aniversário do Dia Mundial do Teatro. Vou então dirigir estes breves comentários aos meus companheiros de teatro, meus pares e meus camaradas.

Que o vosso trabalho possa ser apaixonante e original. Que ele possa ser profundo, comovente, contemplativo, e único. Que ele nos ajude a reflectir sobre a questão do que significa ser humano, e que esta reflexão seja guiada pelo coração, sinceridade, candura, e charme. Que consigam ultrapassar a adversidade, a censura, a pobreza e o niilismo, que muitos de entre vós serão obrigados a enfrentar. Que sejam abençoados com o talento e rigor para nos ensinar sobre o batimento do coração humano, em toda a sua complexidade, e com a humildade e curiosidade que faça disto o trabalho da vossa vida.

E que o melhor de vós próprios – porque só poderá ser o melhor de vós próprios , e mesmo assim apenas em raros e breves momentos –  consiga definir a mais fundamental questão ‘como vivemos nós’ ?

Desejo sinceramente que o consigam.”

(Copiada DAQUI)

Read Full Post »

A origem do teatro grego ou ocidental está ligada aos mitos gregos e à religião grega e aconteceu em função das manifestações em homenagem a Dionísio, deus da uva, do vinho, da embriaguez e da fertilidade.
A princípio, era homenageado pelos primitivos habitantes da Grécia, por meio de procissões que procuravam relembrar sua vida. O cortejo era realizado na época da colheita da uva, em grande festa de agradecimento, com representações de tragédias e comédias. Os habitantes acreditavam que dessa forma garantiriam, sempre, uma abundante colheita.
Aos poucos, e ao longo de anos, as procissões vão se organizando melhor e o que inicialmente era um grupo de pessoas desorganizadas, cantando e dançando transformou-se em grandiosas representações, para toda a comunidade, em diferentes khorós (coral ou coro).
Os escritores participavam, tanto das atuações, como dos ensaios, e da idealização das coreografias. O “Coro” era composto pelos narradores da história, que através de representação, canções e danças, relatavam as histórias do personagem.
O primeiro diretor de Coro foi Téspis que adquiriu o uso de máscaras para facilitar a visualização da expressão das personagens e ampliar o som da voz.
Surgiram os diálogos e Téspis tornou-se o primeiro ator grego, e deu o passo da interpretação na história do TEATRO.
Fonte: Wikipédia

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Read Full Post »

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: